Passeios históricos no Rio de Janeiro

Quem visita a cidade do Rio de Janeiro, certamente concorda que está passeando por um museu a céu aberto. Em sua bela e bem escrita história, há reis, imperadores, escravos, artistas, clérigos, edifícios maravilhosos e bibliotecas grandiosas. Esse complexo inusitado de quase cinco séculos ainda pode ser visto em vários pontos da cidade - e é material suficiente para propiciar agradáveis caminhadas de estudo para os amantes da História.

Passeios históricos no Rio de Janeiro

Passeios históricos no Rio de Janeiro

Quem visita a cidade do Rio de Janeiro, certamente concorda que está passeando por um museu a céu aberto. Em sua bela e bem escrita história, há reis, imperadores, escravos, artistas, clérigos, edifícios maravilhosos e bibliotecas grandiosas.

Esse complexo inusitado de quase cinco séculos ainda pode ser visto em vários pontos da cidade – e é material suficiente para propiciar agradáveis caminhadas de estudo para os amantes da História.

Vamos ao tour! Veja sugestões de museus, centros culturais e pontos turísticos da cidade do Rio de Janeiro.

 

13 dicas de passeios históricos pelo Rio de Janeiro

 

1 – Museu do Açude

Distingue-se por ser o único Museu situado dentro da exuberante Floresta da Tijuca.

Foi criado em 1964, e a partir dos anos 1990 adota a perspectiva de patrimônio integral, aliando o patrimônio cultural ao natural.

Conhecido pelo trinômio Museu-Natureza-Cidade, três grandes grupos descrevem bem seu acervo com esculturas, porcelanas e louças Companhia das Índias (Arte Oriental), móveis coloniais brasileiros, prataria inglesa, cristais franceses que vão do século XVII ao XIX (Artes Aplicadas) e painéis em sua grande maioria portugueses e louça do Porto (Azulejaria).

Seu cenário paisagístico é formado por vastos e belos jardins que são utilizados para apresentação de diversas exposições de arte.

 

2 – Museu histórico Nacional

Museu de história, com ênfase na História do Brasil, abrangendo desde o período do descobrimento até sua história contemporânea.

Seus espaços expositivos abertos à visitação pública fazem parte de um conjunto arquitetônico esplendoroso, que é distribuído por seus pátios internos denominados Pátio Epitácio Pessoa, também conhecido como Pátio dos Canhões, o Pátio da Minerva, o Pátio Santiago e o Pátio Gustavo Barroso.

 

3 – Museu do Amanhã

Ao criar o Museu do Amanhã, a ideia foi de inaugurar uma diferenciada geração de museus de ciências mundial. Sendo assim, foi considerado de última geração, ou seja, de terceira geração, com uma concepção que o posiciona como o primeiro museu global de “terceira geração”.

Para melhor entender a denominação recebida, a “primeira geração” de museus retrata os vestígios do passado, são os museus de história natural. A “segunda geração” objetivamente divulga as evidências do presente, como os museus de ciência e tecnologia.

A “terceira geração” tem por objetivo relatar as mudanças, perguntas e a exploração de possibilidades futuras para a humanidade. É aí que se encaixa o Museu do Amanhã, com a finalidade de conscientizar o visitante da sua parcela de contribuição para a construção do futuro. Trata-se de uma experiência sensorial, feita por meio de tecnologias interativas.

 

4 – Museu da República

Através de suas ambientações, das exposições temporárias de longa duração, e dos eventos culturais, o Museu da República oferece ao visitante um panorama da história republicana. Integram seu acervo exposto nos diversos salões do Palácio fotos, documentos, objetos, mobiliário e obras de arte dos séculos XIX e XX.

 

5 – Academia Brasileira de Letras

Instituição literária brasileira fundada na cidade do Rio de Janeiro em 20 de julho de 1897 pelos escritores Machado de Assis, Lúcio de Mendonça, Inglês de Sousa, Ruy Barbosa, Olavo Bilac, Teixeira de Melo, Machado de Assis, Visconde de Taunay, Graça Aranha, Joaquim Nabuco, Afonso Celso, Lúcio de Mendonça, Medeiros e Albuquerque.

É composta por quarenta membros efetivos e perpétuos e por vinte sócios estrangeiros. Tem por objetivo o cultivo da língua portuguesa e da literatura brasileira.

 

6 – Biblioteca Nacional

Uma biblioteca nacional é estabelecida pelo governo de um país para servir de repositório do patrimônio bibliográfico (livros, jornais, revistas, folhetos, gravações e outros) desse país.

Diferente das bibliotecas públicas, uma biblioteca nacional é constituída por coleções únicas e históricas de acesso restrito ao público, com raro serviço de empréstimo.

 

7 – Centro Cultural Banco do Brasil

Este Centro Cultural é uma rede perfeita de diferentes espaços culturais administradas e mantidas pelo Banco do Brasil, com o objetivo de divulgar a cultura pela população.

Atualmente, encontra-se instalado em quatro capitais brasileiras: Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte.

 

8 – Centro Cultural Jerusalém

Localizado num terreno anexo da Catedral Mundial da Fé no bairro Del Castilho no RJ, abriga permanentemente a exposição da 2ª maquete de Jerusalém da época do segundo Templo construída no mundo.

Além da maquete, os visitantes também encontram outras exposições, eventos e atrações como o cyber café e loja de souvenires. O Centro Cultural Jerusalém foi inaugurado em 2008 pela Igreja Universal do Reino de Deus.

 

9 – Centro Cultural Suassuna

Localizado na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, e inaugurado em 2002, o Centro Cultural Suassuna é um centro de dramaturgia, dança, shows, filmes, palestras e eventos culturais em geral.

 

10 – Centro Municipal de Referência da Música Carioca Artur da Távola

É um centro cultural, que Pertence à Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura do Rio de Janeiro, dedicado ao fomento da música típica da cidade do Rio de Janeiro, localizado na rua Conde de Bonfim, 824, na Tijuca. Oferece cursos, exposições e espetáculos. Estes últimos acontecem na Sala Maestro Paulo Moura, um auditório com 159 lugares.

 

11 – Cristo Redentor e Corcovado

O Cristo Redentor é um daqueles lugares que merecem ser visitados quando se passeia pelo Rio de Janeiro e que, sem sombra de dúvida, merece o título de um dos melhores pontos turísticos que faz parte da história do Rio de Janeiro!

 

12 – Parque das Ruínas

Deste local perfeito, têm-se vistas maravilhosas do Rio de Janeiro, cobrindo o Pão de Açúcar, a Baía da Guanabara, o centro da cidade e a ponte Rio-Niterói.

Além disso, lá está um simpático café que costuma servir de sede para shows ao vivo. Quer uma dica? O sugestivo e imperdível Museu Chácara do Céu fica ali pertinho, então vale fazer um programa casado e visitar os dois.

 

13 – Santuário de Nossa Senhora da Penha

O interior da igreja é belissimamente decorado – destaque para a Sala dos Milagres, onde os fiéis acendem velas e fazem seus pedidos à santa.

Com uma bela vista sobre a zona norte do Rio de Janeiro, a Igreja da Penha é uma das mais esplendorosas da cidade. Uma cena frequente por lá é a de fiéis pagando promessas e subindo de joelhos os 382 degraus talhados na pedra.

 

Passeio de helicóptero pelo Rio de Janeiro com a 4 Fly RJ

 

São muitas as sugestões de passeios culturais históricos no Rio de Janeiro. Além dessas sugestões, há o passeio de helicóptero.

Que tal sobrevoar e conhecer melhor a história e lugares do Rio de Janeiro?

 

Durante o voo, que pode durar entre 30, 45 ou 60 minutos, você pode se deliciar ouvindo sobre e fotografando as praias da Barra da Tijuca, Joá, Pedra da Gávea, São Conrado, Leblon, Ipanema, Arpoador, Forte de Copacabana, Copacabana, Urca e Pão de Açúcar, Lagoa Rodrigo de Freitas, Jockey Club, Jardim Botânico, Cristo Redentor.

 

E aí, o que acha? Este também é um passeio imperdível! A experiência será indescritível! Aproveite a promoção da 4 Fly RJ e garanta o desconto do seu primeiro voo.

 

Cupom com R$ 100,00 de desconto

 

foto: Site Museu do Amanhã

Deixe uma resposta

Conheça o bairro Flamengo no Rio de Janeiro

Conheça o bairro Flamengo no Rio de Janeiro

O Flamengo é um bairro nobre da zona sul da cidade do Rio de Janeiro. Sua principal referência é a Praia do Flamengo. Seus limites são os bairros de Botafogo, Laranjeiras, Catete e Glória. O Bairro Flamengo é considerado residencial de classe média e classe média alta. As estações do metrô que oferecem acesso ao bairro são: Catete, Largo do Machado e Flamengo e as principais ruas são Senador Vergueiro, Paissandu, Marquês de Abrantes, Praia do Flamengo e Avenida Infante Dom Henrique.

Leia mais »
7 dicas para cuidar da saúde nas praias do RJ

7 dicas para cuidar da saúde nas praias do RJ

Basta o tempo dar uma esquentada que as pessoas já procuram por momentos agradáveis no litoral do Brasil. Afinal, quem não gosta de pegar uma prainha e beber uma água de coco bem geladinha para se refrescar? Veja algumas dicas para cuidar da saúde nas praias do RJ.

Leia mais »