7 lugares para relaxar no Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro é um lugar fantástico e conta com inúmeros lugares atrativos muitas vezes pouco conhecidos. Se a ideia é ir ao Rio e curtir o passeio indo bem mais além dos tradicionais cartões postais do estado, confira 7 lugares para relaxar no Rio de Janeiro.

7 lugares para relaxar no Rio de Janeiro

7 lugares para relaxar no Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro é um lugar fantástico e conta com inúmeros lugares atrativos muitas vezes pouco conhecidos.

Se a ideia é ir ao Rio e curtir o passeio indo bem mais além dos tradicionais cartões postais do estado, confira 7 lugares para relaxar no Rio de Janeiro.

 

Saiba onde relaxar no Rio de Janeiro

Quem procura por lugares para relaxar no Rio de Janeiro, certamente irá encontrar! Além dos pontos turísticos mais agitados, a cidade é cheia de alternativas para quem deseja tranquilidade e sossego. São parques, jardins, spas e praias desertas que levam você a um refúgio de serenidade.

 

Café da manhã no Parque Lage

O Parque Lage é o lugar perfeito para iniciar o seu dia relaxante no Rio de Janeiro. Tudo começa com o delicioso café da manhã servido no Plage Café, que fica dentro do palacete do parque.

Ali, você pode saborear pães frescos, ovos mexidos, frutas, sucos, queijos e uma série de outras delícias.

Depois, vale uma caminhada tranquila pelos corredores dos jardins. Eles unem a beleza das árvores e flores com monumentos e ar puro. Andar pelas trilhas a sombra da vegetação ouvindo o canto dos pássaros é tudo que você precisa para relaxar!

 

Serenidade e bem-estar no Le Spa do MGallery by Sofitel

Próximo ao centro da cidade, a pedida certa é o Le Spa do MGallery by Sofitel, lugar tranquilo e aconchegante.

No spa, você escolhe diferentes tipos de massagens terapêuticas que proporcionam profundo relaxamento e alívio de tensão muscular. Após a massagem, você ainda pode tomar suco natural, chá ou água aromatizada e relaxar na área de descanso. A programação perfeita para quem busca sossego.

 

Cultura e história na Biblioteca Nacional

 No local, você pode fazer uma visita guiada e conhecer um pouco da memória brasileira em livros.

Num clima de sossego e cultura, o passeio mostra as salas onde ficam mais de dois mil dicionários, três milhões de jornais e outros milhares de livros. Além disso, é possível apreciar fotos raras – como a de Dom Pedro II (1888) e uma das primeiras obras impressas do mundo (1493). Toda a mobília é original do início do século passado.

 

Natureza nas praias desertas

 Com pouco movimento, vegetação intacta e o barulho das ondas em evidência, as praias calmas do RJ são praticamente desertas e ideais para quem deseja um dia de sol e calmaria. Confira algumas opções para curtir a natureza litorânea longe do frenesi e relaxar.

 

1- Praia do Inferno

Com clima de praia selvagem, ela é cercada por mata fechada e rochas, sua areia é branca e seu mar azul-esverdeado. Para acessá-la, é preciso fazer uma trilha com nível moderado de dificuldade, o que não é problema para quem realmente procura por uma praia virgem e tem experiência com longas caminhadas na natureza.

 

2- Praia do Secreto

Quando a maré sobe, não há faixa de areia. Fica apenas uma linda piscina natural de águas claras que se forma entre as rochas. O espaço não é muito explorado pelos turistas, por isso é comum chegar lá e encontrar pouca gente – ou quase ninguém. É uma excelente opção para descansar e pensar nas coisas boas da vida.

 

3- Praia da Reserva – Barra da Tijuca

 Para os amantes da privacidade e descanso, mas que não quer estar tão longe do Centro, esta é a praia ideal. Pouco movimentada e com uma ampla faixa de areia, por ali reúnem-se moradores e turistas que trocam agito por serenidade.

 

Ilhas Tijucas, Rio de Janeiro

As Ilhas Tijucas estão localizadas entre São Conrado e a Barra da Tijuca em um lugar de águas calmas e cristalinas. A tranquilidade do mar ali é tamanha que transformou o lugar no destino ideal de praticantes do stand-up paddle (SUP). Além disso, as ilhas são bastante apropriadas para mergulhos.

 

Ilha da Gigoia, Rio de Janeiro

A Ilha da Gigoia é outro pequeno paraíso escondido dentro da capital fluminense. O local parece uma cidade perdida em meio à mata — então saiba que você pode ter problemas com luz e telefone, mas vai ganhar no sossego e na tranquilidade oferecidas pelo destino.

 

Parque das Ruínas, Rio de Janeiro

Centro cultural mantido pela prefeitura do Rio de Janeiro. Lá, o visitante encontra artes visuais, música, dança, cinema e artes cênicas em um belíssimo museu instalado em meio às ruínas de um antigo palacete. O lugar combina palcos e galerias nos quais podem ser conferidas exposições e apresentações variadas.

Além disso, extensas áreas de jardins contribuem para a experiência, oferecendo espaço verde no qual o visitante pode relaxar tranquilamente. Há também terraços panorâmicos e um mirante que oferecem uma vista sensacional da Baía de Guanabara, da Lapa e do Centro do Rio de Janeiro.

 

 

Movimento Slow living: a importância de desacelerar

 

O tempo está passando muito rapidamente. Este é um sentimento que tem acometido a maioria das pessoas. Esta impressão é consequência da vida cada vez mais acelerada que estamos levando. O corre corre diário está fazendo com que percamos a noção de tempo.

Devido à agitação diária, estamos nos esquecendo daquilo que existe de mais valioso: o tempo. Como você está aproveitando seu tempo? Tem cuidado de você ou tem vivido no automático?

É desta inquietação que surgiu o movimento slow. Basicamente, este movimento baseia-se em praticar todas as atividades do dia a dia de forma mais lenta, apreciando cada momento e sem a mania de fazer mil coisas ao mesmo tempo.

A partir dessa prática, foram criados vários subgrupos, como:

  • O slow living – viver lentamente, que consiste não só na tranquilidade, tempo de descanso, tempo para o trabalho e para a família, mas também em como ter tempo para si mesmo.
  • O slow travel– ideia de aproveitar a viagem em todo seu percurso, não apenas quando chegar.
  • slow pareting– “pais sem pressa”, forma de desaceleração da rotina das crianças.
  • slow food– uma oposição aos fast foods.

O objetivo é acalmar, porque o mundo tornou-se excessivamente acelerado. No entanto, é importante lembrar que esse movimento não pretende promover a lentidão excessiva, e sim, o equilíbrio. O importante é ter consciência da vida que se leva, saber seu papel no mundo e ter paciência. É preciso saber respeitar o tempo das coisas e da vida. Afinal, o essencial é apreciar o caminho e não apenas viver com a constante ansiedade de chegar ao destino final. Desacelere!

 

Relaxe com a vista do Rio pelo helicóptero

O Rio de Janeiro é famoso por suas belas paisagens, além de ser uma cidade repleta de história.

Diante disso, uma dica para ver muitos desses detalhes em pouco tempo é curtir com tranquilidade um passeio de helicóptero. Então não perca tempo, se planeje e bom passeio!

Em um voo de 30, 45 ou 60 minutos, a 4 Fly RJ oferece vistas exclusivas dos pontos turísticos, praias, parques, bosques, ilhas do Rio de Janeiro. Você certamente sentirá um turbilhão de emoções durante todo o passeio.

Deixe uma resposta

7 dicas para cuidar da saúde nas praias do RJ

7 dicas para cuidar da saúde nas praias do RJ

Basta o tempo dar uma esquentada que as pessoas já procuram por momentos agradáveis no litoral do Brasil. Afinal, quem não gosta de pegar uma prainha e beber uma água de coco bem geladinha para se refrescar? Veja algumas dicas para cuidar da saúde nas praias do RJ.

Leia mais »